27/11/2013

Over Again: Capítulo 9

Liam?

Oh, não, eu cheguei perto demais? Oh, eu quase vi, o que está realmente por dentro?
Todas as suas inseguranças, toda a roupa suja... Nunca me fizeram piscar uma vez.
-Unconditionally/Katy Perry

Niall POV’s on.


Fiquei chateado com os meninos, não se brinca com comida. Comida é minha vida, fui até o Hall do Hotel e fiquei por lá uns 10 minutos esperando o Liam. Eu estava morrendo de fome então fui ao Nando’s sozinho e comprei, 2 hamburgues, coca-cola e batata, é claro.
Deixei o melhor pro final é claro, minhas batatas. Mas não queria ficar lá, estava de capuz, porque estava frio e sol ao mesmo tempo, coloquei meu rayban e sai comendo minhas batatas.

Niall POV's on.


Liam POV's on.


Desci. Atendi umas fãs que estavam ali, fui atencisos como sempre, aliás eu devo tudo isso á elas. Procurei o Niall por tudo quando é canto. Aonde é que esse duende se meteu? 
Eu: Erh... com licença. 
Recepcionista: Sim, Sr. Payne? Deseja alguma coisa?
Eu: Mais eu menos. -soltei uma risadinha- Primeiro, não me chamar de senhor, eu só tenho 20 anos. -nós rimos- Eu estou procurando o Niall, você não o viu por aqui? 
Recepcionista: Bem, ele estava aqui a uns 10 minutos atrás, reclamando porque o senhor... arg, quer dizer... você não descia.
Eu: Não acredito nisso. Já sei aonde ele foi, deve ter ido ao Nando's, não é tão longe daqui. Eu vou até lá, obrigada.
Recepcionista: Mas o se... você vai assim?
Eu: Como assim? -olhei pra minha roupa- Está ruim?
Recepcionista: Não. -ela riu- Eu estou dizendo a pé.
Eu: Ah não tem importância, eu ainda sou um menino normal. Eu posso ir. O casaco me esconde, um pouco.
Recepcionista: Espere! Eu tenho um óculos que vai combinar com você.
Eu: Ah! Sério? Obrigado.
Recepcionista: Espero um pouco. -que simpática, se ela não fosse casada diria que ela estava flertando comigo. Logo ela voltou com um rayban preto, igual ao do Niall.- Aqui está.
Eu: Obrigada, de verdade!
Recepcionista: Não tem de que, cuidado na rua. -eu ri-
Eu: Pode deixar.
Eu coloquei os óculos e sai do Hotel, andando em direção aonde eu achava que era o Nando's. Andei, e andei demais, que não sabia onde eu estava. Comecei a ficar distraido, estava perdido, comecei a andar pela rua chutando as pedrinhas que eu via. Quando eu era pequeno sempre chutava umas até em casa. Bons tempos. E agora? Os meninos tinham razão, eu sempre me perco, estou parecendo o Niall, eu já fui mais responsável. Ah! Eu sempre faço tudo errado, eu não deveria estar na ban... –AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA!
-MINHA CABEÇA!– Falei junto com uma menina no qual eu chutei a pedrinha em sua cabeça e trombei, sai rolando e bati em uma arvore – OUTCH!
xxx: MARIA MÃE DE DEUS! –ela correu até mim– Você está bem? –rindo–
Eu: Não ri de mim! Eu sou um desastre mesmo, ai... meu joelho esta doendo demais –coloquei a mão sobre o local -
Xxx: Ei, ei ei. Calminha ai nas palavras, você fala muito rápido. Eu sou nova aqui. -nós rimos- Desculpa, mas... como você conseguiu fazer isso? –ela gargalhou e meu Deus, que linda–
Eu: Ah, vindo de mim se espere tudo! Ai meu joelho... –o olhei e estava sangrando–
Xxx: Ai meu Deus, é tudo culpa minha. Sério, me desculpa. Tenho mania de conhecer pessoas machucando elas. –ela se desculpou me olhando e eu coloquei meus óculos rapidamente–
Eu: Não, você não fez nada, além do fato de estar sentada onde as pessoas geralmente andam, ou seja, um lugar impróprio, mas, tudo bem, eu também sou assim! –sorri–
Xxx: Como impróprio? Eu estava encostada em uma árvore, sentada, no chão! –ela falou pausadamente –
Eu: Sim, eu sei –sorri– Ah que droga, eu faço tudo errado!
Xxx: Calma, você vai ficar bem, só ralou os joelhos e um braço, não foi tão suicida assim!
Eu a olhei completamente agora e ela tinha um olhar triste, seus olhos estavam meio inchados e com certeza ela estava chorando antes, fiquei com vontade de abraçá-la e dizer que nada ia lhe acontecer, mas não podia, acabei de a conhecer... E tinha farinha no cabelo dela, forcei a vista pra olhar melhor, é, era farinha.
Xxx: Ei, o que ta olhando?
Eu: Porque tem farinha no seu cabelo? –peguei na parte onde continha-
Xxx: Que? –ela pegou na mecha do seu cabelo e reparou de verdade que tinha farinha e apenas bufou e abaixou a cabeça triste–
Eu: Porque estava aqui sentada sozinha?
Xxx: Você não se importaria.
Eu: Eu perguntei, não? –ela sorriu de lado–
Xxx: Primeiro dia de aula, e acho que já estou sofrendo bullying.
Eu: Como? –perguntei arregalando os olhos–
Xxx: Tem uma menina que acho que não foi com a minha cara, porque eu a enfrentei uma vez, e ela acabou acidentalmente –ela fez aspas– jogando a comida dela em mim. E bem...
Eu: Você não foi forte de enfrentar ela? Porque está chorando agora? –sorri pra ela e levantei sua cabeça–
Xxx: Eu não estava chorando! –ela abaixou a cabeça novamente–
Eu: Tem certeza que não? –sorri–
Xxx: É muita pressão em cima de mim, eu acabei de chegar aqui, é tudo novo. –seus olhos se encheram de lágrimas, porém ela logo as limpou- E... eu não devia estar falando com um estranho. -eu ri-
Eu: Não é fácil né? Eu posso dizer porque já passei pela mesma coisa, eu já sofri bullying quando era mais novo, e foi a pior fase da minha vida. Eu odiava a escola, eu sempre levava porrada dos meninos mais altos. Mas, um dia você vai ver que, isso tudo vai passar e tudo vai ficar bem. Não deixe que ela a faça chorar, viu? Você é linda, não merece isso, vai tudo se resolver. -ela abriu um lindo sorriso, e eu diria que seus olhos estavam dizendo obrigada-
Xxx: Minha vida esta uma bagunça, eu estou sozinha, mas obrigado pelas palavras.
Eu: Quando estiver triste, olha as estrelas, elas estão sozinhas, mas nem por isso elas deixam de brilhar!
Xxx: Obrigada! –ela abaixou a cabeça sorrindo, porém logo uma lágrima caiu–
Eu: Não chore princesa! –levantei um pouco com dificuldade porque meu joelho doía e depositei um beijo em sua testa– Adeus!
Xxx: O que? Como você me deixa assim? -sorri pra ela- 
Eu: Tenho que voltar pra minha vida! O príncipe está atrasado! –sorri e sai apressando o passo, sem querer deixando cair meu colar, que minha mãe tinha me dado, desde a turnê de UAN para me proteger–

Liam POV’s off.


SeuNome POV's on.


Eu: EI! ESPERA! –vi o colar caindo e o peguei, quando olhei de volta ele já tinha virado a esquina, e agora? Olhei o colar e já tinha visto esse colar antes, ele não me é estranho, sei que já tinha o visto. Mas agora em quem? Coloquei o colar no meu bolso e fui andando pra casa correndo pra o ver o mais calma! Fiquei imaginando o quão fofo ele foi comigo dizendo aquilo tudo, e como foi bonitinho o desespero dele quando caiu, esse jeitinho... me fazia lembrar, me fazia lembrar o... Liam, o que? Liam Payne? Mas.. O QUE?

SeuNome POV's off.

                
Oi princesas, tudo bom?
Bem, desculpem pela demora.
Eu estou em semana de prova,
mas tirei um tempo de hoje pra postar.
Eu achei esse capitulo muito fofinho.
E vocês, o que acharam?
Xx Alê

2 comentários:

  1. sério que ela não percebeu que era o liam ?eu perceberia na hora haha

    ResponderExcluir

Oii cenourinhas!
Sejam bem-vindas (:
O comentário de vocês são importantes para nos.
Então comenta princesa ;3